Yoga na Índia

(vivências, cursos, templos, turismo)

yoga na india0.jpg

Um itinerário exclusivo, criado a partir do pedido dos alunos dos cursos de Yoga. Inclui cursos na área com diplomas internacionais, vivências, hospedagens em ashram, visita aos pontos turísticos mais famosos, contato com yoguis e monges, participação em rituais espirituais… e o menor custo possível!

Saindo 26 de dezembro de 2019



AGORA FAÇA ASSIM:

1. Leia sobre o roteiro da viagem, atividades e valores nessa página

2. Entre na lista de pessoas interessadas clicando nesse botão

(O Andrês responderá perguntas e mandará mais detalhes através dessa lista):


yoga na india2.jpg

Roteiro Detalhado

1º Dia – 25 de dezembro de 2019 (Quarta-feira) - SÃO PAULO

Na noite do dia 25, nos reuniremos no Aeroporto Internacional de São Paulo (Guarulhos) para embarque rumo a Delhi.

2º Dia – 26 de dezembro de 2019 (Quinta-feira) - SÃO PAULO / DELHI

Embarque em voo com destino a Delhi e tempo de espera para voo de conexão com destino à Delhi (faremos uma escala onde ficaremos algumas horas. Pernoite a bordo.

3º Dia – 27 de dezembro de 2019 (Sexta-feira) - DELHI

Bem vindo à Índia! Chegada em Delhi e traslado ao hotel (em ônibus privativo).

Delhi, a capital da India, encanta revelando a alma do país. A cidade guarda os anais da civilização que floresceu por mais de 3 mil anos. Várias dinastias e governantes passaram por esse solo real. O legado desse passado sobrevive nos vários monumentos deixados por seus regentes, contando a glória do seu tempo.

Hoje, a cidade é um misto do moderno e do tradicional: arranha-céus, lindos jardins e largas avenidas contrastam com a influência ancestral que veremos na Mesquita, no forte e no emaranhado de ruelas comerciais.

Faremos um City tour pela duas: a Velha e a Nova Delhi.

Visitaremos a Jama Masjid, a maior mesquita da Índia, construída pelo Imperador Mogol Shah Jahan e finalizada no ano de 1656.

Faremos um passeio pelas ruelas da velha Delhi, onde o tempo parece virtualmente congelado por centenas de anos. Esse passeio se torna mais fascinante quando se encontra cara-a cara com os mercadores, as comidinhas de rua e os pequenos negócios locais, fervilhando em suas atividades diárias. 

Visitaremos o Raj Ghat, o memorial de Mahatma Gandhi- O Pai da Nação. A jornada terrena de Mahatma Gandhi  chegou ao fim em 30 de janeiro, 1948. Seu corpo foi cremado no dia seguinte, nesse local, e suas cinzas foram lançadas  nos mares e os principais rios da Índia.

Dalí continuaremos para o complexo Qutub Minar, um conjunto de ruínas declaradas Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Qutub-ud-Din Aibak, o primeiro governante muçulmano de Delhi, fez a fundação do Minarete Qutub em 1.199 para celebrar a derrota sobre os reis Jajput.

Na nova Delhi, veremos os prédio do Governo- o complexo da residência presidencial, as quadras Norte e Sul e o Parlamento, o Portão da India, um “Arco do Triunfo” quase igual à sua contrapartida francesa (ele reverencia a morte de 70.000 soldados indianos no Exército Inglês durante a I Grande Guerra Mundial)

Também visitaremos um templo Sikh, o Gurudwara Bangla Sahib onde tomaremos contato com os cânticos devocionais e poderemos aprender sobre essa que é a terceira religião na Índia.

yoga na india1.jpg

4º Dia – 28 de dezembro de 2019 (Sábado) - DELHI / JAIPUR

Após o café da manhã, viajaremos em nosso ônibus privativo rumo a Jaipur, a capital e maior cidade do Rajastão. Fundada em 18 de novembro de 1727 pelo Maharaja Sawai Jai Singh II, o governante de Amber, que deu o nome à cidade.

É uma capital fervilhante e um centro de negócios com todos os atrativos de uma metrópole moderna, mas ainda fortemente perfumada com o charme antigo que nunca falha em surpreender os viajantes. A Velha Jaipur, a famosa “Cidade Rosa”, seduz qualquer visitante com admiração. Seus estonteantes fortes antigos: Nahargarh, Amer, Jaigarh e Moti Doongari são testemunhos de uma era já ida, que nos lembram de romances envolventes, com princesas, guerreiros e lutas palacianas. 

Chegada e Recepção especial no Arayavrat International Yoga Institute.

Após um descanso, boas vindas e apresentação do programa de 4 dias e perguntas e repostas sobre a História Indiana, Cultura, Espiritualidade.

No fim da tarde, Hawan & Sandhya (cerimônia do fogo e meditação), jantar e descanso.

yoga na india4.jpg

5º Dia – 29 de dezembro de 2019 (Domingo) - JAIPUR

Esse dia será dedicado aos estudos e práticas. Vivenciaremos um dia típico numa escola tradicional de Yoga, cheio de atividades:

  1. Prath Smaran ( Cantos Védicos)

  2. Meditação em OM 

  3. Aula de Yoga (Iyengar/ Astanga/ Vinyasa)

  4. Hawan Yajna 

  5. Prasadam  (café da manhã) 

  6. Palestra e sessão de perguntas e respostas

  7. Pranayama  

  8. Meditação cíclica

  9. Almoço

  10. Tempo livre 

  11. Mantra Védico/ Canto Geeta

  12. Discussão em grupo

  13. Sessão de Yoga  (asanas) 

  14. Tea break  

  15. Sintonia com a natureza 

  16. Bhajan (cantos)

  17. Trataka (contemplação)

  18. Jantar

  19. Happy assembly (jogos yóguicos)

  20. Nisha Swasti   (boa noite)

india oriente espiritualidade taj mahal viagem

6º Dia – 30 de dezembro de 2019 (Segunda-feira) – JAIPUR

Pela manhã, continuaremos com as vivências de Yoga e à tarde visitaremos os maravilhosos palácios da cidade.

  1. Prath Smaran (Mantras Védicos)

  2. Meditação em OM 

  3. Aula de Yoga (Iyengar/ Astanga/ Vinyasa)

  4. Hawan Yajna (Cerimônia do fogo)

  5. Prasadam  (café da manhã) 

  6. Palestra e sessão de perguntas e respostas

  7. Pranayama  

  8. Meditação cíclica

  9. Almoço

  10. Entrega de diplomas

À tarde faremos o City Tour de Jaipur :  visita ao Jantar Mantar (observatório) que é patrimônio da Unesco, ao Palácio da Cidade e ao Museu.

O rei da Cidade Rosa, Marahaja Jai Singh II gostava de astronomia. Entre 1727 e 1734, ele construiu observatórios nas regiões oeste e central da India, e Jaipur foi uma delas: o observatório foi chamado Jantar Mantar.

O Complexo do Palácio da Cidade  nos permite entrar no mundo dos Maharajas. Composto por vários prédios, o palácio é um misto da arquitetura Mogol (Muçulmana) e Rajput (Hindu).

O fim da tarde é livre para caminhar pelas ruelas e fazer compras.

yoga na india7.jpg

7º Dia – 31 de dezembro de 2019 (Terça-feira) – JAIPUR

Pela manhã, saída para visitar o Forte Amber, uma fortaleza localizada a 11 km de Jaipur. A subida até a entrada principal pode ser feita de jeep ou no dorso de elefante, como faziam os marajás da época. De enormes dimensões, majestoso, o forte Amber é um palácio clássico e romântico do Rajastão.

As enormes muralhas da fortaleza, recentemente restauradas, abrigam um verdadeiro paraíso no seu interior. Miniaturas pintadas nas paredes mostram cenas de caça e guerra, além de festivais. Pedras semi-preciosas e espelhos são incrustados em várias paredes e dão um efeito todo especial.

No interior, está o famoso Sheesh Mahal, um quarto com paredes e teto repletos de pedaços de espelhos, os quais foram importados da Bélgica.

No caminho para o Forte haverá uma breve parada para tirar fotos do Palácio dos Ventos “Hawa Mahal”, local de onde as mulheres da corte dos antigos marajás podiam assistir os eventos que aconteciam na cidade, por trás das janelas cobertas.

À noite visitaremos e belíssimo Templo Hindu Birla e poderemos participar da tradicional cerimônia vespertina conhecida como Arati.

Nesse dia, celebraremos a passagem do ano com um jantar e uma meditação especiais.

Jaipur india oriente espiritualidade taj mahal viagem

8º Dia – 1 de janeiro de 2020 (Quarta-feira) – JAIPUR / AGRA

Após café da manhã, saída em direção a Agra.

Agra, a antiga capital do Hindustão, está às margens do Rio Yamuna, no norte do estado de Uttar Pradesh. Nessa mágica cidade, destacam-se as duas maravilhosas construções que visitaremos nesse dia: o Taj Mahal e o Forte Agra.

O Taj Mahal, a “Coroa do Palácio”, foi construído pelo imperador Mogol Shah Jahan  em memória a sua terceira esposa Mumtaz Mahal. O Taj Mahal é considerado o exemplo da mais fina arquitetura Mogol, um estilo que combina elementos do islamismo, persa, turco otomano e da arquitetura indiana.

Enquanto o domo de mármore branco é  componente mais familiar do Taj Mahal ele é na verdade um integrante de um complexo formado por várias estruturas. Sua construção começou em 1632 e completada em 1653, empregando milhares de artesãos e construtores.

Em 1983, O Taj Mahal se tornou patrimônio da Unesco. É uma das 7 maravilhas do mundo e um dos maiores destinos turísticos do planeta.

O Forte de Agra pode ser mais acuradamente descrito como uma cidade murada. O Forte Agra era originalmente um forte de tijolos, mantido pelos Rajputs (reis) Hindus. Percebendo a importância da sua posição central no país, o emperador Akbar fez dela sua capital, chegando em 1558. Ela estava numa condição deplorável e Akbar o reconstruiu com arenito vermelho. Cerca de 4.000 construtores trabalharam nele diariamente por 8 anos, completando-o em 1573.

Em horário oportuno, translado para a estação de trem de Agra onde embarcaremos rumo a Haridwar. Pernoite a bordo.

Rishikesh india oriente espiritualidade taj mahal viagem

9º a 13º Dias – 2 a 7 de janeiro de 2020 — RISHIKESH

Chegada à cidade de Haridwar e traslado ao ashram do Swami Dayananda, na cidade vizinha de Rishikesh. Hospedagem.

Rishikesh é conhecido como o Portal dos Himalaias.  Por isso, no decorrer dos milênios, essa cidade teve importância marcante na espiritualidade indiana.  Por aqui passaram e viveram centenas de Yogis realizados. É um dos mais famosos e populares lugares de peregrinação de pessoas espirituais do mundo todo.

Rishikesh e Haridwar são duas das cidades consideradas mais sagradas da Índia. Por isso, tem representantes de muitos grandes ashrams e organizações espirituais da Índia.

Ashrams mais famosos de Rishikesh incluem Parmarth Niketan, Divine Life Society (Sivananda), Kriya Yoga Ashram, Swami Dayananda Ashram, Hari Krishna Ashram e muitos outros. Krishna e os Pandavas estiveram em Rishikesh. Dois mil anos antes, Rama e Laxman passaram por lá com Sita. O Mestre Yogananda e todos os seus Gurus também estiveram lá.

Existem duas pontes na cidade que cruzam o Rio Ganges—essas foram erguidas em homenagem a Rama e Laxman. O Rio Ganges começa uns poucos quilômetros acima de Rishikesh. Por isso, suas aguas são ainda puras.

As possibilidades em Rishikesh são muito variadas. É possível fazer rafting nas águas do Ganges, visitar templos e ashrams, conversar com monges, sadhus e peregrinos, fazer compras, participar de cerimônias  ou simplesmente sentar-se à beira do sagrado Ganges e meditar sobre  as maravilhosas experiências vividas na viagem.

Durante esses dias, alternaremos momentos livres para conhecer os arredores e perambular pela cidadela, conversar com monges e aulas de mantras, filosofia, yoga, meditação e rituais no ashram.

O ashram é um dos mais reconhecidos em toda a Índia pela preservação dos Ensinamentos Tradicionais. Monges e brahmacharis passam longos períodos de reclusão dedicados aos estudos espirituais. As aulas formais e as conversas informais com eles serão extremamente instrutivas e inspiradoras.

O Ashram emitirá certificados referentes às aulas ministradas.

14º Dia — 8 de janeiro de 2020 (Quarta-feira) RISHIKESH / DELHI

Em horário oportuno iremos de trem para Delhi, onde faremos as últimas compras e embarcaremos de volta para o Brasil, com a mala e o coração plenos de recordações e vivências extraordinárias.

11111.jpg

Os Valores :

PARTE TERRESTRE:

  • U$ 1.740 - com hospedagem em quarto duplo

PARTE AÉREA

  • Opção 1 voando Ethiopian: U$ 1.112 e mais U$ 137 de taxa de embarque.
    TOTAL DE U$ 1.249

  • Opção 2 voando Emirates: U$ 975 e mais U$ 370 de taxa de embarque.
    TOTAL DE U$ 1.345

A Parte Terrestre inclui:

  • Passagens de trem Agra-Haridwar e Haridwar-Delhi

  • Transporte em ônibus privativo da chegada em Delhi até Agra

  • Hospedagem em quarto duplo.

  • Refeições incluídas durante a estadia em Jaipur e no ashram de Rishikesh

  • Acompanhamento do professor Andrês de Nuccio (para um grupo mínimo de 10 passageiros)

  • Entrada aos monumentos e locais a serem visitados em Delhi, Jaipur e Agra

  • Guia local em idioma espanhol nas visitas feitas em Delhi, Jaipur e Agra

O que não inclui:

  • Passaportes e vistos consulares

  • Passeios opcionais;

  • Extra de ordem pessoal como telefonemas, lavanderia, gorjetas em geral, etc.

  • O que não estiver especificado como incluído.


Reunião para apresentação da viagem:

Quarta-feira 10 de julho às 20h

no Instituto Ísvara


Algumas palavras sobre o professor Andrês De Nuccio

Yoga+em+Campinas+-+Meditação+em+Campinas+-+Ayurveda+em+Campinas+-+viagem+a+India+01.jpg

Andrês é psicólogo, fundador e diretor do Instituto Ísvara, professor de yoga e meditação. Realizou mais de 25 viagens pela Ásia, levando grupos para países como Índia, Rússia, China, Mongólia, Laos, Camboja, Vietnã, Tailândia, Nepal.

O professor, desenvolve os roteiros e gerencia o contato com os parceiros, tanto na Índia quanto no Brasil. Durante as viagens, ele trabalha nos bastidores para garantir que tudo funcione adequadamente, assessora e cuida dos passageiros e, em diversos momentos, explica os diversos aspectos da cultura, filosofia e religião dos países visitados, fazendo com que a experiência seja segura, rica, abrangente e profunda.